Notícias

Imagem

Por que sua cabeça dói ao tomar sorvete ou algo muito gelado

Tomar um sorvete, um milkshake ou um simples copo d'água bem gelado em um dia quente pode ser um gesto refrescante e, de certa forma, inofensivo. Porém, para algumas pessoas, isso pode gerar um certo desconforto, com uma sensação abrupta e inesperada de que o cérebro "congelou", causando dor de cabeça.

Embora incômoda, essa situação é do que uma reação normal do organismo e costuma ser chamada pelos médicos de "cefaleia de sorvete". O curioso é que não são apenas as bebidas e comidas que provocam esse quadro. Portanto, entenda a seguir por que ele acontece e como saber que a dor não é nada mais sério.

Cefaleia de sorvete: o que é

A cefaleia de sorvete é uma dor de cabeça gerada pela baixa temperatura de alimentos que sensibiliza o gânglio esfenopalatino - conglomerado de neurônios localizado na região maxilar e que possui ramos que vão até o céu da boca. Até mesmo nadar ou entrar em contato com ambientes gelados pode desencadear esse tipo de quadro.

"Um estímulo interno, como beber água gelada ou tomar sorvete, ou externo, como nadar no mar gelado, a esse gânglio transmite essa sensação de temperatura baixa para o esfenopalatino que, por sua vez, tem muitos nervos, fazendo com que você sinta dor", explica Gladys Arnez, pediatra e neurologista infantil.

Características da dor

Na prática, a cefaleia de sorvete não costuma provocar uma dor forte e sua intensidade varia de acordo com a temperatura do alimento ingerido: se ele é mais gelado, gera uma dor mais forte; se ele é menos gelado, a dor é mais suave. "Em geral, ela é como uma nevralgia (dor aguda)", diz Gustavo Franklin, neurologista da Paraná Clínicas.

Além disso, a dor de cabeça causada por esta situação não demora para melhorar - como na enxaqueca. Na realidade, trata-se de um quadro muito semelhante a uma cefaleia comum. "Desaparece cerca de 5 minutos após a remoção do item gelado", descreve Gladys.

Quando a cefaleia de sorvete vem à tona, geralmente, ela se manifesta como uma dor na testa, mas ela pode ocorrer também em outras partes da cabeça, segundo Franklin. E vale destacar que esse tipo de dor não carrega sentido localizatório. "Ou seja, quando dói do lado esquerdo, não quer dizer que há um problema no parte esquerda do cérebro", acrescenta o médico.

Sintomas além da dor de cabeça

Embora a dor de cabeça seja a principal manifestação do organismo à ingestão de um alimento gelado, é possível que uma pessoa também reaja a esse tipo de situação com outros sintomas.

"Se for uma bebida gelada, provavelmente, a pessoa sentirá apenas dor de cabeça. Se for um mergulho em águas geladas, é possível que outros sintomas apareçam, como palidez de lábios e tremor, cianose periférica, entre outros", exemplifica Gladys.

Tratamento para cefaleia de sorvete

Não existe um tratamento específico para a cefaleia de sorvete. Por ser uma dor aguda e muito rápida, o uso de medicamentos analagésicos não se faz necessário. Caso o incômodo permaneça por mais tempo, o indicado é tomar um remédio que alivie a dor de cabeça. Se mesmo assim a dor não passar, é recomendado procurar um médico.

Outra recomendação é evitar a ingestão de bebidas e alimentos muito gelados como forma de se prevenir da dor. "Isso já resolve o problema, é a forma mais fácil de se resguardar. Se a dor persistir após a suspensão de produtos gelados, então procure um especialista", aconselha Gladys.
 

Fonte: Minha Vida

Categorias:

Comente esta notícia

código captcha