Notícias

Imagem

Rede Globo: Auditores Fiscais foram essenciais para a Lava Jato

O programa Hora 1, da Rede Globo, destacou na manhã de quinta-feira (18/2), o trabalho dos Auditores Fiscais da RFB (Receita Federal do Brasil) na Lava Jato. A jornalista Monalisa Perrone mostrou em primeira mão, as ações da RFB e ressaltou o trabalho "intenso e silencioso" do órgão no combate à corrupção.

“A Receita Federal está ajudando os investigadores a descobrir de onde e para onde o dinheiro desviado da Petrobrás foi. Com isso, o valor a ser arrecadado ultrapassa R$ 1 bilhão”, disse a jornalista ao abrir a matéria.

A reportagem lembra que os Auditores Fiscais investigaram, antes mesmo de a Operação Lava Jato ganhar as páginas dos veículos de comunicação do País, a origem e o destino do dinheiro retirado da Petrobras por meio dos esquemas de propina e corrupção.

Finalmente, o trabalho da Classe chega ao conhecimento dos brasileiros. A imprensa começa a mostrar o trabalho da categoria nas operações de combate aos esquemas de corrupção, - que já recuperaram cerca de R$ 6 bilhões para os cofres públicos, segundo matéria do G1.

A RFB esteve, desde o início dos trabalhos da Lava Jato ao lado dos investigadores da Polícia e do Ministério Público Federal. Foram eles que cruzaram informações e fizeram análises que destrincharam alguns dos vários caminhos percorridos pelo dinheiro desviado da estatal, por meio de milhares de CPFs (Cadastro de Pessoas Físicas) e CNPJs (Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas).

Para maior eficiência, a RFB desenvolveu um programa que mostra os relacionamentos dos suspeitos, permitindo investigar seus patrimônios.

Resultados – Apenas pelos desvios na Petrobrás, a Receita Federal abriu 484 investigações de pessoas e empresas que somando tributos, multas e juros a serem pagos devem somar mais de R$ 1,4 bilhão. Entretanto, o valor já identificado pela Lava Jato já identificou desvios da ordem de R$ 42 bilhões. A RFB acredita que esse valor deve aumentar, pois as investigações detectaram fraudes em outros setores da economia, como energia, saneamento e transporte.

A Receita Federal fez ainda 18 representações por crimes cometidos na área fiscal pelos investigados. Elas serão encaminhadas à força-tarefa da Lava Jato para complementar as acusações.

Para ler a matéria e ver o video sobre a RFB na Lava Jato clique aqui.

Categorias:

Comente esta notícia

código captcha