Notícias

Imagem

Poluição do ar prejudica a saúde óssea, aponta pesquisa

A poluição do ar, comum nas grandes cidades, tem efeitos nocivos à saúde já bem conhecidos — câncer de pulmão e diversas doenças respiratórias estão ligadas à inalação de partículas.
 
Agora, um novo estudo feito na Índia e liderado pelo ISGlobal (Instituto de Barcelona para a Saúde Global), aponta que a poluição também pode prejudicar a saúde óssea.
 
Como o estudo foi feito:
  • O novo estudo, publicado no periódico científico JAMA Network Open, analisou a associação entre poluição do ar e saúde óssea de mais de 3.700 pessoas residentes de 28 aldeias fora da cidade de Hyberabad, no sul da Índia.
  • Os autores usaram um modelo desenvolvido localmente para estimar a exposição à poluição do ar por partículas finas (partículas suspensas com diâmetro de 2,5 μm ou menos) e carbono preto.
  • Os participantes também preencheram um questionário sobre o tipo de combustível usado para cozinhar.
  • Os responsáveis pela análise vincularam as informações à saúde óssea avaliada por meio de um tipo especial de radiografia que mede a densidade óssea, a absorciometria, que mede a massa óssea na coluna lombar e no quadril esquerdo.
 
O que os resultados mostram
Os resultados mostraram que a exposição à poluição do ar ambiente, particularmente a partículas finas, foi associada a níveis mais baixos de massa óssea. O uso de combustível de biomassa para cozinhar não foi considerado um fator de risco.
 
Conforme explicou Otavio T. Ranzani, pesquisador do ISGlobal e principal autor do estudo ao site Eurekalert, a inalação de partículas poluentes pode levar à perda de massa óssea através do estresse oxidativo e da inflamação causada pela poluição do ar.
 
"Nossas descobertas aumentam o número crescente de evidências que indicam que a poluição do ar particulado é relevante para a saúde óssea em uma ampla gama de níveis de poluição do ar, incluindo níveis encontrados em países de alta e baixa e média renda", disse Cathryn Tonne, coordenadora de estudo e do projeto CHAI ao portal.
 

Fonte: Viva Bem

Categorias:

Comente esta notícia

código captcha