Biblioteca da DS Curitiba

Imagem

República Paradiso: Crimes e Segredos

Durante a ditadura militar, em 1974, em Ouro Preto, o corpo do menino Bentinho é encontrado, nu e castrado, diante da Igreja de Santa Ifigênia. Padre Anselmo Grimaldi, culto e progressista, é preso, acusado de pedofilia e de autor do crime. Acaba sendo executado por populares ensandecidos no Morro da Forca. Em 1999, uma turma de ex-moradores da República Paradiso, de Ouro Preto, se reencontra para comemorar 25 anos de formatura. Um deles, o Caveira, jornalista e refugiado durante o regime militar, investiga a morte de Bentinho e de padre Anselmo. Os amigos da República Paradiso viverão romances, aventuras e mistérios resgatando, o esplendor de Vila Tica, as irmandades religiosas , Chico Rei, a genialidade de Aleijadinho e se defrontando com o tráfico de obras de arte e as transformações políticas e sociais das décadas de 1960 e 1970.
Disponível | Reservar agora

Comente esta notícia